O que fazer em Estocolmo

Quem acompanha o canal no Youtube já notou que eu vim passar férias na Suécia e já mostrei muita coisa daqui lá nos vlogs. Mas não ia deixar de escrever também para deixar registrado aqui no blog! Eu estou passando um tempo na casa do meu pai, que fica pertinho de Estocolmo, em uma cidade chamada Södertälje. Mas vamos falar mesmo é de Estocolmo, que é para onde a grande maioria das pessoas vai quando pensa em conhecer a Suécia, não é mesmo?

Estocolmo não é uma cidade muito grande para quem está acostumada com São Paulo como eu. As principais atrações da cidade são museus e o próprio skyline mesmo, a vista que tem de uma ilha para outra. Aliás, tem isso: Estocolmo é um arquipélago, são varias ilhas interligadas por pontes que formam o coração da cidade e dão todo um charme a ela.

Gamla Stan


Os pontos turísticos ficam concentrados entre 4 regiões bem próximas, que são:

  • Norrmalm – o centrão, onde está a estação de trem T-Centralen, a loja Åhléns City, as principais ruas de comércio e o parque Kungsträdgården;
  • Södermalm – a parte sul que tem fama de ser o bairro mais moderno e boêmio, mas não se empolgue com isso! Em Södermalm também fica o museu Fotografiska;
  • Gamla Stan – minha região favorita, uma ilha pequenina onde está o centro velho da cidade. Cheio de construções centenárias, muitas lojinhas e o museu do Nobel;
  • Djurgården – A ilha onde ficam muitos dos principais museus da cidade, como o Nordiska, o Vasa, o Aquário e o museu do ABBA.


Pra quem vem com menos tempo, eu diria que o ideal para conhecer bem a cidade são 3 dias, a não ser que você seja muito fã de museus e queira ir em vários – não falta museu por aqui, são quase uma centena deles! Os que eu mais recomendo são o Nordiska – um museu sobre costumes escandinavos que fica em um prédio lindo – e o Vasa, museu onde está um barco Viking que afundou em 1632 e foi recuperado do fundo do mar praticamente intacto.
Além desses, eu também já fui no museu do Nobel, que conta a história do prêmio e dos seus ganhadores (é bem pequeno – conto mais sobre ele em outro post) e no Fotografiska, um museu de fotografia bem legal para quem gosta do assunto.

Dedique também algumas boas horas para passear por Gamla Stan (o centro histórico) e por Norrmalm (o centro novo). Se vier em tempo de clima quente, tem um parque de diversões em Djurgården, o Gröna Lund – eu ainda não fui mas estou doida pra conhecer. Na primavera a cidade fica toda florida e ótima para um piquenique.
E se você for muito fã de compras, além das inúmeras lojas pela cidade, na região ainda tem o Mall of Scandinavia, o Quality Outlets e ainda o centro comercial de Kungens Kurva, onde fica a maior loja da Ikea na Suécia, que é rodeada de várias outras lojas de todos os tipos.
Mas calma que não é só isso, eu ainda vou fazer posts mais detalhados dos lugares mais legais que eu fui, é só ficar de olho aqui no blog!

3 respostas

  1. Ai que cidade mais maravilhosa! Socorro, muito linda, dá vontade de correr aí agora! Meu lado restauradora tá aqui apitando que nem louco com esses museus, principalmente em saber do navio que foi resgatado quase intacto. Sério, que sonho de consumo trabalhar num projeto assim…
    Suas fotos também ajudam, né… LINDAS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paula Belotti

Paula Belotti

Consultora de Imagem
📍 Guarulhos - SP
♥︎ Moda, gatos, viagens, sorvete, sushi e blueberries, mas não tudo junto.

Por categorias

Meus Favoritos

Lojas favoritas

Leia também